quarta-feira, 24 de julho de 2024
Search
Close this search box.

Prefeitura orientou cerca de 5 mil pessoas com orientações sobre educação ambiental no Flor do Maracujá

O principal objetivo do estande da Semusb foi educar a população sobre a coleta seletiva e a gestão correta dos resíduos sólidos

Durante o tradicional Arraial Flor do Maracujá, que aconteceu durante toda a última semana até o domingo (30) em Porto Velho, a Secretaria Municipal de Saneamento e Serviços Básicos (Semusb) marcou presença com um estande dedicado à educação ambiental e à promoção da coleta seletiva solidária. O evento foi uma oportunidade para a Semusb fortalecer a conscientização sobre a importância da separação do lixo e a reutilização de materiais recicláveis.

Publicidade

O principal objetivo do estande foi educar a população sobre a coleta seletiva e a gestão correta dos resíduos sólidos, conforme explicado por Leyla Correia Santos, gari e educadora ambiental do Departamento de Saneamento Básico. “Nosso carro-chefe é a promoção da consciência sobre a coleta seletiva solidária, a separação do lixo seco e úmido, e a destinação correta dos resíduos que podem ser reciclados”, destacou Leyla.

Durante os dez dias do evento, o estande abordou cerca de 5 mil pessoas, ensinando sobre o funcionamento dos Ecopontos e a importância da separação adequada dos resíduos. A abordagem foi dinâmica, com palestras, demonstrações práticas e a distribuição de informativos sobre a coleta seletiva.

O estande da Semusb foi um ponto alto do Arraial Flor do MaracujáO estande da Semusb foi um ponto alto do Arraial Flor do Maracujá

A Semusb contou com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), que apresentou diversas temáticas ambientais, com foco especial na prevenção de queimadas e na coleta seletiva. A Sema também contribuiu com a doação de sabão caseiro produzido por alunos do projeto “Guardiões do Meio Ambiente”, destacando a importância do reaproveitamento de materiais como o óleo de cozinha.

Um dos grandes atrativos do estande foi a doação de mudas frutíferas e de ipês. A ação, realizada em parceria com a Sema, visou não apenas atrair visitantes, mas também promover a arborização urbana e a conscientização ambiental. A distribuição das mudas foi um sucesso e contribuiu para o engajamento da comunidade com o tema da sustentabilidade.

Publicidade

Segundo Leyla, a participação no Arraial Flor do Maracujá superou as expectativas. “Ano passado já tivemos um retorno positivo, mas este ano foi incrível. Muitos visitantes que estiveram no nosso estande no ano anterior retornaram para compartilhar suas experiências e elogiar a continuidade do projeto”, relatou.

O estande da Semusb foi um ponto alto do Arraial Flor do Maracujá e as atividades realizadas contribuíram significativamente para a conscientização ambiental e o fortalecimento da coleta seletiva na cidade.

Além das palestras e da interação direta com o público, a Semusb aproveitou o evento para reforçar a importância da Lei 12.305, que estabelece a Política Nacional de Resíduos Sólidos, e para apoiar as cooperativas de catadores, como a Catanorte, composta por 55 famílias que anteriormente viviam do lixão da Vila Princesa.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.