Rondônia

Após ser expulsa de casa, mulher diz que caminhou 14 km com filho no colo até conseguir ajuda

segunda-feira, 01/03/2021 - 18:18 • Atualizado 10/05/2021 - 21:37

Uma mulher de 39 anos registrou um boletim de ocorrência neste sábado (27) afirmando que foi ameaçada de morte e expulsa de casa pelo marido na última quinta-feira (25). Ela diz que andou cerca de 14 quilômetros com o filho de dois anos no colo até chegar na casa de um cunhado. A vítima mora no distrito de Colina Verde, em Governador Jorge Teixeira (RO).

Ela explicou à Polícia Militar (PM) que no dia 25 de fevereiro estava em casa com o marido e alguns amigos assistindo um jogo de futebol e o companheiro estava consumindo muita bebida alcoólica.


Quando o jogo terminou, os amigos do casal foram embora e em seguida o marido começou a falar que ela havia o envergonhado na frente das visitas, pois “ela fala muito alto” e “não realizou algumas atividades domésticas que ele pediu”. Por causa disso, ele teria obrigado ela a sair de casa se não a mataria.


A mulher contou aos policiais que pegou o filho de dois anos e foi a pé para casa de um cunhado, que mora a aproximadamente 14 quilômetros da residência dela. Ele levou cerca de cinco horas para terminar o trajeto.


A vítima relatou também que em outras ocasiões sofreu várias agressões por parte do marido, tanto físicas como psicológicas. Diante do exposto foi registrado boletim de ocorrência de ameaça e violência doméstica consumada.


Fonte: G1

Leia mais sobre:

Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email