Rondônia

Família procura jovem que desapareceu na sexta-feira

quinta-feira, 16/04/2020 - 13:54

O jovem Guilherme Oliveira, 21 anos, está desaparecido desde a última sexta-feira (10). O jovem saiu de casa em Ariquemes, para buscar o carro dele no travessão B-40, Zona Rural do município e não retornou mais. Guilherme é irmão da adolescente Camila Sacoman de Oliveira, de 17 anos, que foi morta e teve o corpo carbonizado na madrugada do dia 13 de abril do ano passado em Buritis.
Segundo o amigo de Guilherme, André Ribeiro, na tarde de terça-feira (14), um policial militar localizou o carro do jovem um veículo Fiat Strada Advent Flex, de cor vermelha, abandonado na Linha 04, aproximadamente 500 metros da RO 470 em Ouro Preto do Oeste. A chave do veículo estava no local.
Uma equipe de peritos foi acionada e constatou que não havia marcas de sangue no carro, que possivelmente pode ter sido lavado. O carro foi periciado e encaminhado para o pátio da delegacia da região. As investigações já iniciaram.
Ainda segundo André Ribeiro, Guilherme, no dia do desaparecimento, o jovem teria pedido para um amigo levá-lo até o travessão B-40, onde ele iria pegar seu veículo. O rapaz que levou o jovem até o local, e disse que o carro de Guilherme estava estacionado na beira da estrada. Ele deixou o amigo no local e retornou para sua casa. Ele disse ainda, que não viu quem estava dentro do carro.
 Após o desaparecimento do jovem, as câmeras de monitoramento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), registrou o veículo se deslocando sentido o município de Monte Negro 1h da manhã e retornando às 2h. O celular de Guilherme, que estava com ele, não foi encontrado e foi contatado que o aparelho foi desligado por volta das 22 horas.
O amigo disse ainda que a família não tem conhecimento de nenhuma briga ou rixa que Guilherme possa ter se envolvido. O jovem, que é natural do município de Buritis, mudou recentemente para Ariquemes, onde começou a trabalhar em uma madeireira.
Qualquer informação que possa levar a polícia até o paradeiro do jovem, pode ser repassada pelo 197 da Polícia Civil ou 190 da Polícia Militar. Não precisa se identificar.
A família também disponibiliza os telefones 98406-0011 falar com André Ribeiro ou 98471-2233 falar com Dirceu, pai de Guilherme.

Fonte: Rondoniagora
Leia mais sobre:

Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email