segunda-feira, 27 de maio de 2024
Search
Close this search box.
Publicidade

Moradores da Vila São João I e II bloqueiam ponte na BR-319 em protesto contra ordem de despejo

O protesto mobilizou diversas autoridades

Na manhã desta quinta-feira (16), moradores da Vila São João I e II bloquearam a cabeceira da ponte sobre o rio Madeira, localizada na BR-319, em Porto Velho. Em protesto contra uma ordem de despejo expedida pela Justiça, que lhes concede um prazo de 30 dias para deixarem suas residências, os manifestantes atearam fogo em pneus e pedaços de madeira, interrompendo o trânsito na rodovia.

Publicidade

Os moradores, que alegam residir na área há mais de 20 anos, tomaram essa medida drástica para chamar a atenção das autoridades e da sociedade sobre sua situação. Segundo eles, a ordem de despejo é injusta e desconsidera a longa permanência e raízes estabelecidas na comunidade ao longo de duas décadas.

O protesto mobilizou diversas autoridades. A Polícia Militar, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Corpo de Bombeiros foram acionados para o local. As chamas foram rapidamente apagadas pelos bombeiros, enquanto os policiais rodoviários federais iniciaram um diálogo com os manifestantes na tentativa de liberar a rodovia.

O bloqueio total do trecho da BR-319 resultou em um longo congestionamento, afetando motoristas e o fluxo de veículos nos dois sentidos da rodovia. A situação gerou transtornos significativos, especialmente para aqueles que dependem da BR-319 para deslocamentos diários.

Após intensas negociações, por volta das 13h45, a rodovia foi completamente liberada pela polícia. Os manifestantes, embora cientes da liberação, continuam preocupados com o futuro de suas moradias e reivindicam uma solução que respeite seus direitos e ofereça alternativas dignas para as famílias envolvidas.

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.