quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024
Search
Close this search box.
Publicidade

Dragas e balsas que eram utilizadas em garimpo ilegal são destruídas pela Polícia Federal

Para garantir o sucesso da operação e enfrentar possíveis resistências, uma aeronave da Polícia Federal e um grupo tático de enfrentamento de crises estavam de prontidão na região.

Em uma ação conjunta entre a Polícia Federal, Diretoria da Amazônia (DAMAZ) e Ibama, a Operação Febre de Fogo III foi desencadeada na região do Rio Madeira e Lagoa Paraíso, próximo à cidade de Humaitá, no Amazonas, com o objetivo de conter o garimpo ilegal e preservar o ecossistema da área.

Publicidade

Durante a operação, realizada no dia 8 de fevereiro, foram inutilizadas 52 dragas e balsas que eram utilizadas exclusivamente para a extração ilegal de ouro no leito do rio. A ação contou com um efetivo de 24 policiais federais, incluindo especialistas em explosivos, pilotos de embarcações e o Grupo de Pronta Intervenção (GPI), além de quatro embarcações táticas.

Para garantir o sucesso da operação e enfrentar possíveis resistências, uma aeronave da Polícia Federal e um grupo tático de enfrentamento de crises estavam de prontidão na região. A prática criminosa de extração ilegal de minério, que frequentemente envolve o despejo de materiais tóxicos nos rios, representa uma ameaça direta à saúde humana, à fauna e à flora local.

A Polícia Federal e os órgãos ambientais reforçaram seu compromisso de continuar atuando na região, com o objetivo de proteger o meio ambiente e levar à justiça aqueles que insistem em explorar os recursos naturais de maneira ilegal.

Publicidade
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.