Rondônia

Movimento reforça importância do projeto “Busca Ativa” da Seduc; medida visa reduzir evasão escolar em Theobroma

A ação faz parte do Plano de Ação Estratégico do “Busca Ativa”, que também aconteceu em torno da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primavera

Por Secom/RO

quinta-feira, 17/06/2021 - 12:44
Movimento reforça importância do projeto “Busca Ativa” da Seduc; medida visa reduzir evasão escolar em Theobroma

Uma passeata realizada no distrito de Palmares, município de Theobroma, reforçou a importância do projeto Busca Ativa Escolar desenvolvido pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc) esta semana.

O evento foi organizado pela Secretaria de Educação do Município de Theobroma, e contou com a parceria da Coordenação Regional de Educação de Jaru (CRE).“É um trabalho realizado em parceria e que envolve toda a Rede de Ensino” explica a coordenadora regional do projeto, Helena Neiva.

O projeto atende a recomendação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que tem como objetivo registrar, controlar e acompanhar alunos que estejam fora da escola ou com risco de evasão.

A ação faz parte do Plano de Ação Estratégico do “Busca Ativa”, que também aconteceu em torno da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primavera. O objetivo é garantir o direito das crianças e adolescentes e assim matricular novos alunos nas escolas.

De acordo com Helena a expectativa é levar informação para o maior número possível de pessoas e fazer com que os pais ou responsáveis atuem em parceria. “Nosso desejo é que as nossas crianças retornem para escola” finaliza.

A passeata contou também com a presença do prefeito de Theobroma, Gilliard dos Santos Gomes, além da coordenadora Regional de Educação, Vanuza Cordeiro, e ainda representantes de diferentes áreas como educação, saúde, assistência social, planejamento, entre outros.

LEVANTAMENTO DE EVASÃO

Segundo a coordenadoria na região foi constatado que 16 alunos das escolas da Rede Estadual de Jaru e jurisdição, ou seja, 0,9% do total de matrícula, e 24 alunos alunos das escolas da Rede Municipal de Ensino, equivalente a 1,1% encontram-se em situação de evasão. “Estamos numa força tarefa para alcançar o maior número possível de alunos. A partir do número de alunos não matriculados gerados pelo censo é definida a meta, que é alcançar no mínimo 20%”, finalizou.

Leia mais sobre: , ,

Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email