Polícia

Criminosos amarram caminhoneiro e usam veículo para furtar móveis de depósito no Bairro Cohab

Outros membros do bando criminoso estavam dentro do depósito e abriram o portão para a entrada do caminhão.

Por Lente Nervosa

sábado, 15/05/2021 - 12:12
Criminosos amarram caminhoneiro e usam veículo para furtar móveis de depósito no Bairro Cohab

Anderson G. S. de A., 26 anos e Francismar do N. C., 37 anos, foram presos por policiais militares na noite desta sexta (14) por participarem de roubo ocorrido na zona leste da capital. Dois trabalhadores foram feitos reféns e humilhados pelos criminosos durante o crime.

Por volta das 18h, o dono do caminhão recebeu ligação e a pessoa do outro lado da linha afirmava que precisava realizar um frete. Os suspeitos pediram para que o trabalhador fosse até à Rua Capão da Canoa, próximo à Avenida Mamoré para realizar o serviço. Quando o caminhoneiro chegou ao local juntamente com seu ajudante, foi rendido por dois criminosos. Os indivíduos foram com o caminhão e as vítimas até um posto de combustíveis na BR-364 onde outros dois criminosos embarcaram no veículo.

Em seguida o bando foi até o depósito de uma loja de móveis e eletrodomésticos, localizado na Rua Hortência, Bairro Cohab, zona sul da cidade. Outros membros do bando criminoso estavam dentro do depósito e abriram o portão para a entrada do caminhão. As duas vítimas tiveram que tirar as roupas e foram amarradas pelos assaltantes, que colocaram vários móveis dentro do caminhão, fugindo em seguida deixando as vítimas no depósito. O dono do caminhão conseguiu se soltar e acionou a Polícia Militar, informando as características de alguns dos assaltantes.

Uma equipe da Polícia Militar avistou dois homens ocupando uma bicicleta na Avenida Mamoré, Bairro flamboyant, com as mesmas características passadas pelo caminhoneiro. O trabalhador foi ao local e reconheceu os suspeitos, que foram encaminhados para a central de polícia. O caminhão foi abandonado na Estrada do Areia Branca, porém, as mercadorias furtadas do depósito não estavam mais no veículo.

Leia mais sobre:

Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email