segunda-feira, 4 de março de 2024
Search
Close this search box.
Publicidade

Deputado Edson Martins, com direitos políticos cassados, será relator do colega Lebrão na ALE/RO

Nesta ultima segunda feira (19)  foi instalada com a primeira sessão extraordinária da Conselho de Ética e Decoro parlamentar da Assembleia Legislativa de Rondônia, a comissão que é presidida pelo deputado estadual Jhony Paixão (PRB), e tem como membros os deputados Eyder Brasil (PSL), Chiquinho da Emater (PSB), Edson Martins (MDB) e Geraldo da Rondônia (PSC), na oportunidade o deputado Eyder fez a leitura dos processos de representação contra os deputados estaduais José Eurípedes Lebrão – MDB (Lebrão) e o deputado Geraldo da Rondônia – PSC. Nesta sessão ficou definido como relator do pedido de cassação do mandato do deputado José Lebrão no Conselho de Ética da ALE/RO, o deputado também emedebista Edson Martins, o que deixou um cheiro de pizza assando.

Publicidade

Esse potencial cheiro e gosto de pizza é explicado porque o motivo dessa escolha do relator na pessoa do deputado Edson Martins, que por essas forças cósmicas e/ou coincidentemente, é do mesmo partido de Lebrão, o MDB.


Não fosse só por isso, o Deputado Edson Martins está condenado com decisão transitada em julgado desde 19.03.2021 (pelo STJ), imputando a suspensão dos direitos políticos a três anos, bem como a perda de qualquer função pública que exerça, conforme sentença condenatória nos autos da ação civil pública de improbidade administrativa processo nº 0010320-25.2002.8.22.0011.

Publicidade


O Presidente e todos os demais deputados estaduais, já sabem que a condenação de Edson Martins transitou em julgado e se quisessem já poderia a mesa diretora ter tomado as providências que lhe cabe, portanto, apenas está no cargo de deputado por conta do espírito de corpo que reina no parlamento estadual, mas quando houver a comunicação oficial pela Justiça de Rondônia, conforme determina o artigo 55, II da Constituição Federal e artigo 34, IV da Constituição Estadual, ele terá declarado a perda de seu mandato como deputado estadual.


Com um deputado condenado por improbidade e na iminência de deixar sua cadeira no parlamento estadual, não se espera outra postura, senão que ele venha aliviar para seu par e companheiro de agremiação partidária, o que infelizmente, delineia um espírito de corpo também pela Comissão de Ética que tem como função precípua defender a honradez do mandato e da função parlamentar.


A população pode ir se preparando porque ficará frustrada com o que se prenuncia naquele Colegiado, até para tentativa de preservação do próprio Edson Martins, ou seja, para tentar se manter no cargo, terá que aliviar para o colega de partido.


Lembrando que o deputado Lebrão foi gravado participando de um suposto esquema que desviava dinheiro direcionado ao serviço de coleta de lixo em cidades do interior do Estado, e sua filha a prefeita de São Francisco do Guaporé, Lebrinha chegou a ficar presa por alguns meses.


Não diferente é a situação do deputado Geraldo da Rondônia, que também integra a própria Comissão de Ética, que tem o objetivo de analisar duas representações contra ele. Todas as representações foram lidas em plenário pelo Deputado Eyder Brasil e agora esperam as deliberações pertinentes e regimentais para que o parlamento estadual, possa dar uma resposta positiva sociedade rondoniense ou possa lhe oferecer uma pizza bem assada e a contragosto do cliente.

Fonte: Lente Nervosa

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.