quarta-feira, 24 de julho de 2024
Search
Close this search box.

Inauguração da ponte do Madeira vai acabar com faturamento de R$ 2,4 milhões por donos de balsa

A tão esperada inauguração da ponte sobre o Rio Madeira, no distrito do Abunã, em Rondônia, vai facilitar a vida de milhares de pessoas que percorrem a BR-364, mas representa para um grupo, os donos da balsa, o prejuízo de cerca de R$ 2,4 milhões de reais mensais.

Publicidade

Foto: Deivd Becker/Ponta do Abunã

O jornalista Deivde Beker, do site Ponta do Abunã, produziu reportagem sobre o fim da arrecadação com a travessia de carros, motos e carretas na balsa do Rio Madeira quando a ponte for inaugurada. A previsão que até o final de abril a obra será entregue pelo presidente Jair Bolsonaro.


Segundo levantamento do Ponta do Abunã, aproximadamente 1,2 mil veículos passam pela balsa todos os dias, a maioria deles são carretas e caminhões que entram e saem carregados com alimentos, insumos e demais produtos da região da Ponta do Abunã e o estado do Acre.

Publicidade


De acordo com a tabela de preços, uma moto custa R$ 5,50 para fazer a travessia, um carro R$ 20 reais, uma caminhonete R$ 28, caminhões e ônibus R$ 70, já carretas os preços variam de R$ 102 até 210 reais.


Segundo o jornal, os donos da balsa arrecadam cerca de R$ 80 mil reais com a travessia de veículos, o que representa cerca de R$ 2,4 milhões por mês.

Fonte: Folha do Acre

Publicidade

Respostas de 5

  1. Reportagem medíocre, afinal de contas de que lado vcs estão? Da população sofrida ou do grupo de empresários gananciosos que por décadas com sua influência política não pouparam esforços para que essa ponte não saisse do papel.

  2. Ao invés d ressaltar a economia ,diminuindo o custo d transporte…e o Min.Tarcisio q cumpre e NAO desvia verbas…choraminga as perdas milionárias d um pequeno grupo d empresarios..comparo aos carros-pipas d NE…c a chegada d água…tadinhos d Gomes?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.