quarta-feira, 24 de julho de 2024
Search
Close this search box.

‘Vacinação de militares também é resultado de nossas cobranças’, afirma presidente da Assfapom

Na manhã deste sábado (03), centenas de policiais militares, civis, penais, bombeiros militares, agentes da Polícia Rodoviária Federal, dentre outros membros das forças de segurança pública começaram a ser vacinados contra o Covid-19. A vacinação ocorreu no Centro Político e Administrativo (CPA), na capital.

Publicidade

O Presidente da Associação dos Familiares e Praças da Polícia e Bombeiro Militar (Assfapom), Jesuíno Boabaid esteve acompanhando a vacinação e parabenizou o Governador Marcos Rocha (sem partido) por ter tomado a medida justa e necessária de priorizar a vacinação dos agentes de segurança pública de Rondônia.


Boabaid destacou a luta travada pela Assfapom junto ao Governo do Estado e a justiça para garantir a imunização aos policiais que estão desde o início da pandemia na linha de frente, combatendo o crime e dando segurança para a população. “Nós tivemos realizando movimentos, cobranças e ingressamos com ação judicial na Justiça do Trabalho pedindo que os membros das forças de segurança fossem incluídos na classificação de prioridade para a vacinação em decorrência dos altos índices de contaminação e óbitos”, relatou Jesuíno.

Publicidade


Através de listagem encaminhada pelo comando da PM, o governo se preparou para que fosse feita a vacinação dos policiais na primeira oportunidade após a chegada de 51.400 doses de vacinas na última quinta-feira (01).


“Meus amigos, a vacina é o único meio de conter as mortes pelo vírus. Vamos ter consciência, vamos pensar que a vacinação te imuniza. Da forma que estamos assistindo os índices, é alarmante. Enfim estes homens e mulheres estão sendo valorizados e respeitados”, comentou Boabaid.A nossa luta continua”, finalizou o presidente da Assfapom.

Fonte: Assessoria

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.