Rondônia

Supermercados Irmãos Gonçalves da capital são alvos de críticas de clientes que julgam ineficaz a fiscalização do governo

segunda-feira, 01/03/2021 - 23:13 • Atualizado 10/05/2021 - 21:37

Porto Velho, RO – Nos últimos dias foram frequentes as reclamações nas redes sociais de clientes insatisfeitos com a organização, ou falta dela, nas dependências de algumas unidades do Supermercado Irmãos Gonçalves, na capital. Os internautas reclamam ainda sobre a ineficiência do disk denúncia, que não está surtindo o efeito esperado.


No último domingo (28), o Supermercado Irmãos Gonçalves, em Ji-Paraná, foi fechado por, segundo denúncia, haver maior quantidade de clientes no interior da loja e gôndolas a serem organizadas para adequar o distanciamento correto. Tais pontos não estão em conformidade com as medidas sanitária de combate à proliferação do Covid-19. Após realizar as devidas adequações, o estabelecimento foi reaberto no mesmo dia.


Uma funcionária, que preferiu não se identificar por medo de represálias, informou que na unidade do Supermercado Irmãos Gonçalves, na Avenida Amazonas, zona leste da capital, todos os dias a partir das 19h ocorre aglomeração. A trabalhadora afirma ainda que há higienização dos carrinhos, porém, famílias inteiras entram no supermercado para realizar compras, quando o governo pede para que apenas uma pessoa da família vá ao mercado fazer compras, justamente para que seja menor o número de clientes dentro do estabelecimento. “Ninguém mantém distanciamento, é horrível! O mercado vive cheio como se nos mercados o vírus não circulasse, sem conta que coloca todos nós, funcionários, em risco e nossas famílias também, por mais que a gente use todo tipo de proteção, mas nada nos protege”, afirmou a trabalhadora.


Outra denunciante informou que precisou ir até a unidade do IG na Avenida Jatuarana por volta das 18h e considerou absurda a aglomeração no local. Várias e longas filas, muitas pessoas próximas umas das outras na região do hortifruti, dentre outras ações.


Muitos cidadãos reclamam da ineficiência do governo do estado referente às fiscalizações. Denúncias são feitas através do 190, porém, dificilmente a polícia vai ao local e, quando vai, de nada adianta.


Fica aberto o espaço aos responsáveis pelos supermercados citados caso queiram emitir esclarecimentos.

Fonte: Lente Nervosa

Leia mais sobre:

1 Comentário

  1. Aff disse:

    A cidade toda precisa de fiscalização…

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email