segunda-feira, 27 de maio de 2024
Search
Close this search box.
Publicidade

Polícia Civil prende mulher acusada de carbonizar homem em fogueira no Bairro Socialista

Porto Velho, RO – Taíse Cristina da Silva, 23 anos, foi presa na manhã desta quinta-feira (15), em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela justiça pela morte brutal de Alisson Cunha Gonçalves, 28 anos. A mulher foi presa por agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV).
Conforme as investigações realizadas pelos policiais civis, Alisson era usuário de drogas e havia penhorado uma bota em troca de entorpecente. A casa onde ele acabou sendo morto era ponto de uso de drogas por diversos viciados. Ao ir buscar a bota que havia penhorado, Alisson foi informado pelo dono da casa, identificado como Grande, que o objeto já havia sido vendido.
Um dia antes de Alisson ser morto, Grande foi preso pela Polícia Militar suspeito de tráfico de drogas. Os amigos de Grande, acreditando que Alisson seria responsável pela denúncia que culminou em prisão, convidaram a vítima para usar drogas na residência. Taíse, outras duas mulheres e um homem espancaram Alisson a pauladas e em seguida a própria Taíse, juntamente com as outras mulheres, jogou o corpo em uma fogueira nos fundos da residência. O cadáver carbonizado foi encontrado por testemunhas e desde então a Polícia Civil, através da DECCV iniciou as investigações.
Com a prisão de Taíse os policiais buscam agora prender os outros envolvidos, que já foram identificados.
Fonte: Lente Nervosa
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.