segunda-feira, 4 de março de 2024
Search
Close this search box.
Publicidade

Homicídios conclui inquérito e três pessoas são indiciadas por morte durante racha no Espaço Alternativo

Porto Velho, RO – Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (5) na sede da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV), o delegado de Polícia Civil, Sandro Moura, deu detalhes sobre a investigação da morte brutal do ciclista Tiago da Silva Santos, 22 anos, ocorrida no dia 24 de julho deste ano no Espaço Alternativo.

Publicidade

O delegado informou que o motorista Gabriel V. L. D. P., 24 anos, que conduzia o automóvel Onix, o jovem de 18 anos do automóvel Corolla e a pessoa que lhe deu o carro de presente, são os três indiciados no inquérito. Uma testemunha informou que o motorista do Corolla teria o chamado para fazer o racha, mas este recusou. O mesmo pedido foi feito para o motorista do Onix, que topou a corrida que posteriormente terminaria de forma trágica.

A pessoa que ainda não teve a identificação revelada foi quem deu o automóvel Corolla de presente ao rapaz, de 18 anos, que não possui carteira de habilitação. Esta pessoa responderá por entregar veículo automotor para pessoa não habilitada. O motorista responderá ainda por dirigir veículo sem possuir habilitação.

Publicidade

A vítima Tiago trabalhava como pedreiro e havia conseguido emprego em uma empresa que estava prestes a assinar sua carteira de trabalho. Tiago ajudava seu pai, de 70 anos, que sofreu AVC e necessitava de cuidados como ser carregado e dado banho, trabalhos estes que eram feitos por Tiago.

Fonte: Lente Nervosa

Publicidade

Uma resposta

  1. Ou seja um trabalhador que ajudava o pai perdeu a vida por causa de uns vagabundos criminosos que não valem nem o que o gato enterra que decidiram fazer um racha a justiça devia condenar eles a pagarem uma cuidadora para o pai do rapaz pelo resto da vida e os custos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de

Não temos mais notícias para mostrar.